Falando sobre Liderança, pensamos que toda empresa quer ter sua equipe formada por profissionais inteligentes, persistentes, autodisciplinados, inovadores, apaixonados, responsáveis e muito comprometidos.

Liderar é fazer com que os liderados acolham as ideias e plano de ação do líder, muitas vezes, sendo diretrizes da própria empresa.

A maneira como estas questões são propostas é de extrema importância para diferenciar o verdadeiro líder de outras “formas de liderança”.

Hoje se fala muito que o líder possui função fundamental em ajudar seu time a atingir seus objetivos, seja no âmbito corporativo ou pessoal.

A questão principal neste ponto é que as pessoas são diferentes e, mesmo dentro de uma única corporação, os métodos que funcionam para um grupo de pessoas podem não funcionar tão bem para outro grupo.

E um líder efetivo é aquele que antes de liderar pessoas consegue liderar a si mesmo, como o controle de suas emoções e suas próprias entregas que são realizadas ao longo das jornadas de trabalho.

Faça a liderança de você antes de fazer dos outros

Liderança

Hoje muito se fala sobre liderar pessoas, mas antes deste ponto vem uma questão chave totalmente relacionada: o líder exerce a autoliderança?

Afinal, como querer que alguém coordene um grupo de pessoas, sendo que nem a si mesmo consegue liderar?

Como irá cobrar pendências dos seus liderados se ele mesmo costuma atrasar seus compromissos?

O verdadeiro líder antes de liderar pessoas, lidera a si mesmo com maestria e têm resultados positivos na sua vida pessoal e profissional.

Veja o que Dee Hock, ex-CEO da empresa Visa, fala sobre autoliderança:

“Se você está querendo liderar, invista pelo menos 40% do seu tempo liderando a si mesmo – sua ética, seu caráter, seus princípios, seu propósito, sua motivação e sua conduta. Invista pelo menos 30% do seu tempo lidando com os que exercem sobre você alguma autoridade e 15% do seu tempo lidando com seus pares. Use o resto do seu tempo gerenciando aqueles para quem você trabalha.

Uso o termo “para quem trabalha” muito de propósito, pois se você não entende que deve estar trabalhando para os que, equivocadamente se chamam “subordinados”, você não entendeu nada. Lidere a si mesmo, lidere seus superiores, lidere seus pares e lidere sua mente para fazer o mesmo. Tudo o mais é trivial.”

E você, tem resultados positivos na vida profissional?

Quer desenvolver a sua liderança e/ou da sua equipe?

Conheça o Método Attlantis para Líderes.

Coach Sandro Ferrari

Publicado por

Sandro Ferrari

Sandro Ferrari

Coach, Consultor e Pesquisador.Especialista no desenvolvimento de líderes. Minha missão é desenvolver profissionais para que gerem melhores resultados.